Atando nós;

Às 02:19; 31 de agosto de 2011 - quarta-feira.

Queria falar baixinho, porque quando grito ninguém me escuta. Talvez assim, alguém se aproxime e queira prestar atenção ao que digo, melhor ainda se fosse você, menino.

Já lhe praguejei, fique certo disso. Mas o ódio passa e volta essa vontade incompreendida. Essa não sou eu - e parafraseando Caio, não me livrei dos poços e dos becos de mim. E estou tentando ignorar como cheguei até aqui. Sinto essa falta de nós intactos do passado que ainda vive em mim e das sobras de futuro que estavam em nossos planos. Não me peça para apagar, porque eu mesma esforço-me para tal. Não sei o porquê poetizo, enquanto deveria estar me (lhe) xingando... Não quero pensar em como lhe conheci; de quando me rendi às suas graças; das vezes em que dormi querendo sonhar com você; dos abraços em outros braços; dos anseios afagados na cama de outrem e eu pronunciando o nome errado. Atei a nós sobre o que nunca fomos. Você findou todas as possibilidades com meias palavras – ou será que ainda existe outra explicação? Difícil. Até quando ficarei presa aqui? Por mais que diga estar cansada você mexe com minhas certezas e meu corpo já farto de tantas torturas luta com mais reprimendas essa ambição de lhe querer perto, quente e carinhoso.

4 comentários:

Evelyne disse...

Hm... esse eu pude ler, e amei!
Porque sempre que esbarro com um post seu na web (facebook e twitter) é +18. :@
Mas esse ficou muitomuito lindo!
E A-MEI a frase final.
É daquelas de anotar no caderninho pra nunca mais perder. ;)

Má Midlej disse...

Ah, se apaixonar por uma idéia...

Tati disse...

"Como uma ideia que existe na cabeça e não, tem a menor obrigação de acontecer..."

Me lembra essa canção, todos os textos que leios sobre amores que nascem e "sobrevivem" dentro da gente dessa maneira.

Muito bonito, muito sincero.

Beijos

Ana Seerig disse...

O mais meigo e difícil nesses romantismos está em superá-los. Mas é possível, ignorando as angústias, lembrando dos bons momentos e, especialmente, sabendo que o que passou, passou.

;D