Blogueiro é escritor?


Nas palavras de Maria Fernanda "acho que nem todo blogueiro é escritor, mas tem escritor que é blogueiro" e a Jaciara, a Janaina e a Luciana concordam com isso. Um conceito que tem sido quebrado é a de que: não precisa ser escritor profissional para ser considerado escritor.

Mas quem é escritor? Escritor é aquele se utiliza da escrita - impressa ou não - para se expressar. E, dentro dessa larga definição, estão os que escrevem poemas, contos, crônicas, ensaios, resenhas, obras de teatro, roteiristas e etc.. Porém para se nomear como tal é imprescindível que tenha textos autorais.

Seria "blogueiro" uma subclasse de escritor? Para mim, sim! Os blogs deram a oportunidade de algumas pessoas saírem do anonimato de quando soltavam suas palavras soltas em papéis avulsos, de diários, da última folha do caderno destinada a frases bobas... E engana-se quem pensa que escritor se detém a assuntos como romance ou drama, ou que até mesmo precisa ter livro publicado para se considerar como tal.

A blogosfera abrangeu as temáticas e, hoje, se pode falar sobre esporte, moda, filmes, séries, livros, música, culinária, comportamento, sexo e uma “pá de coisa” se fazendo valer das palavras para manifestarem suas ideias e serem considerados escritores. Basta usar o bom senso, a coesão e a coerência para ser respeitado e, assim, ser chamado.

Afinal, aqui se escondem muitos escritores amadores, que você nunca vai ouvir falar, que tem como único admirador um amigo distante... Mas que o blog em si, às vezes, não tem nenhum seguidor. Escritor que nem se considera escritor, que não quer ganhar dinheiro com isso, muito menos fama. Esse sim pode ser um grande escritor e viver escondido por aí, perdido entre as palavras ditas e não ditas em qualquer lugar.

Feliz dia do escritor!
Desculpem-me se falei asneiras, mas foi as minhas conclusões após soltar essa pergunta no #DesafioBlogueiro e a MFê lançar lá no #Blogueiros. Não deu pra linkar certinho os comentários do grupo, mas aqui estão pra terem uma noção. Abraços!

Up: texto do Fernando Lago, "O To be or not to be do escritor", também fala um pouco sobre isso.

7 comentários:

Christian V. Louis disse...

Não falou asneira alguma Babi, se falou, então também sou asno, pois concordo com seu texto. Realmente, hoje para publicar um livro não é tão difícil e pessoa que tem um pouco de $$$$ "compra" editoras, contudo, ser bom naquilo que publicou, conseguir convencer o público a comprar, correr atrás ao invés de apenas posar em um blogue dizendo ter um livro publicado para ser denominado escritor, é outra história.
Discordo que resenhistas sejam exatamente escritores, são mais críticos literários, algo mais próximo ao Jornalismo. Posso estar equivocado, mas penso assim.
E divido a minha opinião com vocês, também acredito que há escritores incríveis que ainda não publicaram e me deixam muito puto quando não se auto-denominam escritores só porque não publicaram nada "oficialmente".

Jeniffer Yara disse...

Concordo com você, algumas pessoas só consideram escritores pessoas que publicaram livros ou que são grandes escritores renomados, pesquisando sobre o que é ser escritor, vi que é aquela pessoa que se dedica a escrita, publicando em algum vínculo ou não, acredito que quem é escritor é quem ama isso, quem exerce sua escrita sempre e pode e deve receber um Feliz dia do escritor hoje ♥

Então, Feliz dia do escritor, não só a você, mas a todas as meninas do blog ><

Beijos

Pérola Santiago disse...

Concordo!!! Assim como nem todo escritor é blogueiro nem todo blogueiro consegue ser um escritor, ou pelo menos um bom escritor.
Gostei do seu blog e estou seguindo.
Borboleta Maquiada

borboletamaquiada.blogspot.com

! Marcelo Cândido ! disse...

Bom, eu já escrevia antes de começar com o blog no fim de 2008, mas foi isso mesmo que me fez fazer um blog, mostrar meus textos e toda essa chance de expressão pela Internet
!!!

Jana disse...

"Basta usar o bom senso, a coesão e a coerência para ser respeitado e, assim, ser chamado."

Concordo!

Blogosfera tem sido escola pra muita gente talentosa. Pessoas que não se consideram, mas deveriam se considerar escritores!

Ótima postagem, Babi!

Beijão ;*

Vinícius disse...

Sem visar lucros, poucos seguidores, sem pretensão alguma...
Tô nessa categoria.
A verdade é que penso muito, o tempo todo, mas a minha memória é horrível.
Então escrevo no meu blog pra não perder a linha do raciocínio.
Mas quando alguém lê e aprova, uma única pessoa que seja, confesso que fico bem satisfeito.
Mesmo que nem sempre comente, leio tudo por aqui, e me impressiono é por encontrar tão pouca gente assim tão eloquente por aí afora.
Abraços, até logo.

Notas de Rodapé disse...

Eu adoro ser blogueira, mas o termo escritor me parece muito forte pra quem só escreve em blog, por isso gostei da subcategoria! Afinal, somos uma espécie de escritores mesmo, alguns de nós até escrevem contos, poesias e crônicas, quase como um profissional!