As maravilhas da virtualidade

Sim, o mundo virtual é alvo de muitas críticas. Dizem que é perigoso, violento e tal e coisa e coisa e tal. Para mim, é tão violento e perigoso quanto o real e isso eu já defendi mais de uma vez lá no meu blog. Deve-se ter tanto cuidado nos computadores quanto fora deles, torná-lo mais ou menos perigoso vai de cada um. 

Tenho várias razões que me fazem exaltar o mundo virtual, começando por esse blog em que tu está agora. O Gurias Arretadas foi formado através de amizades virtuais e aproximou ainda mais nós seis (eu, Becks, Babs, Allyne, Erica e Day). Reencontrei na nossa Conversa Eterna no facebook aquela roda de amigos que eu tinha no ensino fundamental, onde a conversa rolava fácil e simples, sem as poses do ensino médio.

Nem vou falar nos outros tantos amigos virtuais que fiz (e que não substituem os reais), porque esse papo se lê em qualquer canto da blogosfera. Quero mesmo é falar das oportunidades que o mundo virtual traz inesperadamente. Veja, minha maior vantagem é que conheço criaturas em vários estados, o que me trará benefícios futuros caso eu pense em fazer uma excursão por aí (se não for hospedagem gratuita, ao menos guia turístico de graça eu vou ter).

Brincadeiras à parte, o que quero dizer é que, como tudo na vida, se usado conscientemente, o mundo virtual pode proporcionar pelo menos três vezes mais coisas legais do que negativas. A última que me aconteceu foi a proposta de um podcast. Veja, quatro gurias, uma de cada canto, falando ao mesmo tempo (e gravando) sobre livros. Um viva especial ao Skype!

O problema está em se deixar de lado o mundo real para ficar agarrado ao computador. Quero mesmo crer que essa história de pessoas que se escondem atrás de um computador está mais para boato do que para realidade. Me diga tu, o mundo no qual tu vive foi deixado para trás quando tu descobriu as peripécias do mundo virtual? Se sim, reveja isso; se não, bom, há mais boato do que realidade nesse esquecimento da realidade.

Ah, e pra quem quiser provar um pouco da minha última alegria virtual (e perdoem as falhas técnicas, elas serão melhoradas):


4 comentários:

! Marcelo Cândido ! disse...

Amigos virtuais são importantes, pelo menos se não temos os "daqui", eles estarão on line para conversas, trocas e blogs
!!!

Ana Carolina Lima Da Rosa disse...

Ana :D
Sempre nós surpreendendo com as tuas aventuras haha :N
E teus bons textos :D
É as amizades virtual tem sim seus lados bom, pois conhecemos pessoas maravilhosas e que se tornam grandes amigas e contadoras de historias da vida real também, as vezes nos identificamos, e sim vamos aprendendo uma com as outras, cada guria arretada daqui de certo forma é uma amizade diferente, mas todas tem algo que as vezes é o que falta nas reais. E claro a internet tem seu lado bom e ruim, como você falou temos que ver onde deixamos por se esconder atras de uma tela e aproveitar a vida lá fora, ou apenas continuar com nossas amizades virtuais que passamos conversando, beijos quase xará :F

Dama de Cinzas disse...

Como certeza a internet rouba muito tempo que a gente poderia estar gastando vivendo coisas "reais". Mas acho que se estivermos sempre vigilantes com os excessos, dá para dar uma parada aqui e outra ali, com a finalidade de não ser engolido pela net.

Mas que tem muita gente doida que prefere se esconder através de contatos virtuais, lá isso tem sim... rs

Beijocas

Alê Lemos disse...

Você está certa, é preciso rever a nossa vida qdo o virtual está mais forte que o real. vou refletir sobre isso. sabe que eu me assustei qdo ouvi minha voz na gravação? eu nao imaginava a minha voz tão infantil...