Resenha: Fora de mim, Martha Medeiros.

"O amor é uma subversão, e seu vigor nunca será encontrado em amizades ou parentescos." Pg. 122

Apaixonei-me por Martha Medeiros quando conheci o seu livro “Doidas e Santas”. Não conheço muito de sua narrativa, mas os digo, a mulher sabe como nos prender. Talvez, seja esse meu momento de introspecção é que tenha me ajudado a consumir tão rapidamente as páginas e me apreendido tanto em suas palavras, que mais pareciam de consolo. Sim, é de teor melancólico, mulherzice e apaixonado. Mas indico aos homens também.

Soasse simples falar de amor, contudo ela tece o amor que estamos acostumados a sentir e a presenciar no cotidiano. Nada de conto de fadas, vida real. O amor unilateral; o rompimento de casamentos de longa data e aquele sentimento que permanece; reergue-se e apaixonar-se de novo; a culpa, a raiva... Na história de três mulheres. Ou, quiçá, a história de outras tantas mulheres.

Fora de mim” é um chamado para que não vivamos às margens de nós mesmos. Uma fuga de tudo aquilo que nos prende no habitual, costumeiro e da rotina.

3 comentários:

Erica Ferro disse...

Martha Medeiros é mesmo uma linda!
Até o momento só um livro dela: Divã. Devorei-o em poucos dias. A gente se encontra nos devaneios de Mercedes.
Preciso ler mais de Marthinha. A mulher é boa!

Gostei da sua resenha, Babizinha.
:*

Tati disse...

Não acho o nome, me chamou atenção, deu vontade de conhecer.


Beijos

Rebeca Postigo disse...

Hummm...
Gostei da resenha, Babs!!!
Preciso me organizar...
Tenho um punhado de livros pra ler... =S
E fiquei com vontade de ler esse...
Gosto de livros que trazem a realidade escrita...
Contos de fada enjoa...
Hahaha...

Bjs