Calar

Calar-se é o melhor a fazer quando, por muito tempo, segredos foram soprados desleixadamente ao vento. Você nunca sabe com quem realmente pode contar. Quem hoje está ao seu lado, amanhã pode estar do lado de lá. Não revele-se. Guarde os pensamentos que julga valiosos para si mesmo. Preserve as suas melhores ideias em sua mente. Não, não confie. Não, não desconfie. Apenas... apenas não se entregue tão facilmente. Apenas não revele tanto de você a ponto de, se o jogo mudar, você poder ser prejudicado.
O mal de alguns é justamente esse: contar muito de si próprio, despejar de tudo que pensa, que sente, que faz, que quer fazer... falar inconsequentemente.
Eles desconhecem os benefícios do silêncio. Viver de modo preservado é uma das maneiras mais espertas de se viver: ninguém sabe nada sobre você, ninguém pode te machucar.

*

Quero convidá-los, mais uma vez, a participarem dos nossos sorteios de aniversário.
Um abraço da @ericona.
Hasta!

3 comentários:

Lis C. disse...

Nossa, acho q vc escreveu esse texto pra mim Érica, sério hahaha esses dias tô aprendendo como o melhor é ficar em silêncio... Kkkkk, bjs!

! Marcelo Cândido ! disse...

Interessante...

Carissinha disse...

Adorei o texto. Essa é uma das coisas que eu preciso aprender. Calar.

Beijos,

Carissa
Arte Around the World