Ah, a preguiça!


A preguiça é uma coisa linda! 
Mentira, a preguiça é uma coisa feia e atrasa a vida de quem é adepto dela.
Eu sou uma pessoa extremamente preguiçosa. Acho que, em outra vida, fui um bicho-preguiça. Só isso explica essa minha enorme preguiça nessa vida. Sim, sou sincera e reconheço os meus terríveis defeitos. 
Vejam bem, mal começou o ano e eu já estou morrendo de preguiça. Esse primeiro post do ano deveria ser algo bonito, florido, filosófico, poético, etc e tal. Mas não, eu estou falando sobre um dos males da humanidade: a preguiça. Falando de preguiça de uma maneira bem preguiçosa. Que beleza!
Okay, agora falando sério: a preguiça é um atraso de vida. Quantas vezes nós perdemos grandes oportunidades por preguiça? E as nossas desculpas clássicas:
 "Ah, hoje não quero sair de casa! Não importa quanto o programa seja bom ou divertido, hoje só quero ficar em casa, quieta no canto...". E então perdemos um dia que poderia ter sido extremamente agradável, feliz e memorável.
"Eu deveria ir ler, mas... ah, eu tô aqui na internet, depois eu leio...". E perde-se uma leitura que poderia ser instigante, construtiva e que muito provavelmente teria o poder de transformar nosso dia.
"Ah, eu queria namorar, mas tomar banho todos os dias e me arrumar toda é algo muito trabalhoso. Não, deixa quieto esse negócio de namorar...". É, queridos, há quem não goste de tomar banho diariamente. Só toma um banho por semana (e olhe lá!). Já vi casos crônicos de pessoas por aí que choram - de pânico - quando se veem diante de um chuveiro. Pensaram que só tinha Cascão nas HQs do Maurício de Sousa? Mas não mesmo, hein?! Certo, essa última frase é fruto da minha mente gaiata. Recuso-me a acreditar que alguém possa passar uma semana sem tomar banho. Não que eu tenha algo contra esse negócio de não tomar banho. Não mesmo. É que, né... o cheiro não deve ser muito agradável, então... 
Deixem-me dizer uma coisa: no último dia de 2012, não fiz promessas para 2013 nem nenhum tipo de lista. Também não fiz retrospectiva. Fiz apenas um post breve no facebook. Muito menos farei isso agora. Entretanto, preciso dizer algumas coisas. Quero desejar a todos um lindo ano de 2013. Que sejamos menos preguiçosos. Que arrisquemos mais. Que vivamos mais sem medo dos resultados das nossas ações. Calma, não estou pedindo pra sermos V1D4 L0UC4. Não é isso. Claro que devemos pensar nas consequências de nossos atos. Contudo, há coisas nessa vida que, por mais que pensemos, que analisemos, que estudemos, não podemos ter um vislumbre do resultado. É disso que eu falo. Se há algo que queremos muito fazer, mesmo que não saibamos bem aonde isso possa dar, façamos. Não tenhamos medo de pagar pra ver. Só temos uma vida. Precisamos aproveitá-la ao máximo. Ficamos combinados assim: menos preguiça e mais vida em 2013. Fechado?

Erica Ferro

* * *
Juro que gostaria de ter feito o primeiro post do ano mais interessante, mas hoje não consigo fazer melhor do que o que eu fiz acima.
Um abraço da @ericona.
Hasta la vista!

3 comentários:

Nati disse...

Ela atrasa da nossa vida, nos faz não fazer nada. Que contraditório né?! Enfim, ela tem que sair do nosso corpo logo. Beijos

Saleta de Leitura disse...

Este post foi único e super verdadeiro. Quem não sente preguiça em fazer muitas coisas e qunatas citadas aqui que dê sinal de vida.

Um feliz 2013 com muita disposição enfrentando a vida da melhor maneira que nos for permitido.

Beijos
Irene

Dama de Cinzas disse...

Esse seu post poderia ter sido escrito por mim... rs. Ele me traduz muito. Eu sou uma pessoa muuuuuito preguiçosa, muito mesmo, e tenho preguiça de tudo isso que listou e mais alguma coisa.

A minha sorte é que em oposição a minha preguiça tem a minha determinação que é a minha maior qualidade, é ela que neutraliza a minha preguiça quando é necessário. Mas para tudo que envolve lazer e divertimento, acho que minha preguiça ganha mais... kkkk

Beijocas