Por que as pessoas mentem?

Eu minto, tu mentes, ele mente, nós mentimos! Não importa a idade, gênero, raça, religião, ninguém está imune de praticar a mentira ou de ser vítima da mesma. Não me venha com o papo de “ah, era para lhe proteger” ou “eu sabia que você reagiria assim, por isso não lhe contei a verdade”. Men-ti-ra! Sabe qual é o problema? Tentar justificar a mentira com a verdade e mesmo assim encaixar uma mentirinha. Sim, somos humanos e temos a capacidade de errar, mas para mim, pessoas que rodeiam suas vidas de mentira tentam se convencer do que não são e acabam por se inferiorizar perante as outras, se escondendo da vida como ela realmente é. Ou seja, veem na mentira uma válvula de escape para a realidade, porque no mundo da imaginação delas é tudo muito bom, é tudo muito lindo. O pior é quando notamos que a pessoa está mentindo inescrupulosamente. Para quem escuta parece que toca uma sirene no cérebro berrando “alerta vermelho, alerta vermelho!”, porque a vontade é de se afastar. Porque mentir é sinônimo de falsidade, de pessoa não confiável, de que o mundo dela é vazio. E sabe aquele papo de “mentira tem perna curta”? Tem mesmo. Uma hora ou outra o próprio não sustenta as próprias invencionices, troca os pés pelas mãos e na tentativa de explicar o que havia contado cria mais historinhas para boi dormir (ou para trouxa cair). Tudo isso vai se acumulando, se tornando uma bola de neve e do nada a pessoa se vê só num ciclo vicioso. E há culpados na mentira? Acredito que sim, tanto para quem fala como quem ouve. Porque para toda mentira nascer alguém tem querer escutá-la, e ninguém tem coragem de questionar um mentiroso, mesmo suspeitando a vítima sempre será um “cúmplice” por permitir que o outro continue com suas lorotas. Dizem que “a verdade dói porque estamos acostumados a mentir, pois a mentira é confortável”. Então, preciso falar mais? E confesso, às vezes, suporto calada algumas histórias descabidas, mas depois cometo sincericídio doa a quem doer.

Afinal, por que as pessoas mentem?

#Desabafo: Mentira por Bárbara Miyaji

3 comentários:

Bruna Bianconi disse...

Eis a questão, eu só sei que mentira é terrível, mas ainda quando mentimos pra nós mesmos e perdemos tanta oportunidade :(

Ta ótimo o blog de vocês meninas!

Ana Seerig disse...

"...pessoas que rodeiam suas vidas de mentira tentam se convencer do que não são e acabam por se inferiorizar perante as outras..."

Exatamente isso. Concordo contigo.

Claro, ninguém pode dizer "eu não menti", mas há um limite do que pode ser "tolerável".

Belo tema, Babs!!

Rebeca Postigo disse...

Mentira é uma coisa terrível...
Apesar de odiar mentiras, sei mentir muito bem, mas me recuso a usar desse artifício para enganar as pessoas...
Posso ser chata o quanto for, mas amo a verdade, busco sempre ser sincera...
Porque criar uma rede de mentiras dá muito trabalho e cansa...
Belo texto, Babs!!!

Bjs