Realejo - O Teatro Mágico



Será que a sorte virá num realejo?
Trazendo o pão da manhã
A faca e o queijo
Ou talvez... Um beijo teu
Que me empreste à alegria... Que me faça juntar
Todo resto do dia... Meu café, meu jantar
Meu mundo inteiro...
Que é tão fácil de enxergar... E chegar.
Nenhum medo que possa enfrentar
Nem segredo que possa contar
Enquanto é tão cedo
Tão cedo.
Enquanto for... Um berço meu
Enquanto for... Um terço meu
Serás vida... Bem vinda
Serás viva... Bem viva
Em mim.
Será que a noite vira num vilarejo
vejo a ponte que levara o que desejo
admiro o que há de lindo e o que há de ser... Você.
Enquanto for... Um berço meu
Enquanto for... Um terço meu
Serás vida... bem vinda
Serás viva... Bem viva
Em mim.
"Os opostos se distraem
Os dispostos se atraem"

Já que dia 15/01 foi o dia do compositor, nada melhor do que trazer aqui uma banda que faz questão de proporcionar em suas composições emoções capazes de nos transformar em seres maiores. Em um post feito pela Bárbara você pode saber mais sobre O TeatroMágico e ouvir algumas musicas. Sinta-se a vontade! Bjoooo e bom resto de semana!

4 comentários:

Erica Ferro disse...

Ah, a poesia do Teatro Mágico me encanta! São canções sábias e de melodias doces e tocantes.
Bateu uma saudade enorme de ouvi-los!

Lindo post, Allyne!
:*

Ana Seerig disse...

Belíssima música, mas qual do Teatro não é? Estou sempre agradecida por tu ter me apresentado essa banda! =)

Rebeca Postigo disse...

Perfect!!!
Excelente escolha, Lyne!!!

Bjs

Tita disse...

Allyne, que lindo!!! Conhecia a música, mas ao ler (e reler) com calma reparamos em detalhes sutis que nos escapam quando somos embalados pela canção.
Obrigada por esse toque de doçura. beijocas
Dona Coisinha